educação

Família, o berço da ética.

admin Sem categoria Deixe um comentário!   , ,

Entrevista dada a empresa Master Health pela Psicóloga Keila de Oliveira Paulin.  

 

Família, o berço da ética.

1- O castigo é a melhor forma de corrigir a criança de algo errado que ela fez?

R: Não, pois o castigo remete a consequências negativas para a criança. Devemos impor disciplina através de regras e limites para suas atividades.

2- Os pais devem atender a todos os desejos da criança?

R: Não, os pais precisam impor limites, as crianças precisam aprender que ela não pode ter tudo o que deseja, a frustação faz parte da educação.

3- Como dizer o temido “não” para a criança/adolescente?

R: O “não” deve ser falado de forma convicta e tranquila.  Os pais devem entender que o “não” não será prejudicial para a criança/adolescente e sim será um incentivo, um aprendizado que será carregado para sua vida futura.

4- Como cuidar para que o filho seja feliz, sem que ele seja mimado?

R: Mimar a criança não é deixá-la feliz, os pais devem entender que a atenção, amor, carinho por muitas vezes é mais importante que qualquer “mimo”. Por isso eles devem cada vez mais estar presente em seu desenvolvimento os acompanhando em seu dia e isso os tornará mais felizes.

5- Qual é a melhor forma de corrigir os erros da criança/adolescente?

R: Erros às vezes podem nos ensinar novos caminhos, por isso uma boa conversa fazendo com que a criança entenda que com o erro ela pode apreender algo novo que virá de forma a somar um beneficio a ela.

6- Para os pais que tem a vida profissional agitada, como devem fazer para compensar e aproveitar os momentos com os filhos sem que eles fiquem malcriados?

R: A questão não é o tempo que passam com os filhos e sim a qualidade do tempo dedicado aos filhos. Os pais precisam participar da vida dos filhos demonstrar amor e carinho. Trocar as visitas em centros de consumos com passeios com os filhos, planejar atividades que possam realizar juntos sempre é uma boa alternativa para aproveitar melhor o tempo, um passeio ao ar livre, organizar um acampamento, um piquenique, andar de bicicleta são algumas das atividades que podem fazer e ter um dia mágico e deixar grandes recordações para a vida.

7- Além da educação básica, como deve ser a preparação para a vida social e profissional futura?

R: A família deve proporcionar suporte à criança e assegurar uma boa educação, apoiando e interagindo para que possa ter um bom desenvolvimento futuro.

8- A amizade com crianças mal educadas pode atrapalhar ou incentivar de forma negativa no processo de educação? Como deve ser a postura dos pais neste caso?

R: O comportamento das crianças é influenciável, porém a criança que tem uma base forte na educação familiar terá maior resistência a qualquer disfunção em sua educação obtida. Por isso a atenção dos pais é sempre importante em seu desenvolvimento.

9- Como corrigir os filhos sem prejudicar sua autoestima?

R: Abordar o filho com formas de incentivo, respeito pode trazer boa reação no processo educacional. A criança vendo que esta tendo atenção aceitara com maior facilidade sem causar danos a sua estima.

10- A vó “estraga” a educação do neto?

R: A educação passa de geração para geração, se as avós tem consciência da importância desta, respeitarão as regras criadas pelos pais e contribuíram para o desenvolvimento do neto.

 

Copyright 2012 – Psicóloga Keila Oliveira Paulin- Todos os direitos reservados

 


Ausência Temporária

A Psicóloga Keila estará de licença maternidade. Nesse período não estará realizando atendimento clinico.

Dúvidas pelo e-mail

 

psicologakeila@hotmail.com

×