Tricotilomania

admin Artigos Deixe um comentário!  

É classificada pelo, DSM-IV, como sendo um “Transtorno do Controle dos Impulsos” (dificuldade de controlar os impulsos).

A característica essencial da Tricotilomania consiste em arrancar os próprios cabelos de maneira recorrente. Os locais de onde os cabelos são arrancados podem compreender qualquer região do corpo, sendo os pontos mais comuns o couro cabeludo, sobrancelhas e cílios.

 Critérios observados:

A. Comportamento recorrente de arrancar os cabelos, resultando em perda capilar perceptível;

B. Sensação de tensão crescente, imediatamente antes de arrancar os cabelos ou quando o indivíduo tenta resistir ao comportamento;

C. Prazer, satisfação ou alívio ao arrancar os cabelos;

D. O distúrbio não é mais bem explicado por outro transtorno mental nem se deve a uma condição médica geral (por exemplo, uma condição dermatológica);

E. O distúrbio causa sofrimento clinicamente significativo ou prejuízo no funcionamento social ou ocupacional ou em outras áreas importantes da vida do indivíduo.

Tricofagia:   Quando a pessoa ingeri o cabelo arrancado, pode causar complicações gastrointestinal.

Tratamento

O tratamento é feito em conjunto de profissionais com diferentes especialidades como o psicoterapeuta comportamental, psiquiatra, gastroenterologia e dermatologia.

 

 

Copyright 2011 – Psicóloga Keila Oliveira Paulin- Todos os direitos reservados
Ausência Temporária

A Psicóloga Keila estará de licença maternidade. Nesse período não estará realizando atendimento clinico.

Dúvidas pelo e-mail

 

psicologakeila@hotmail.com

×